Ir para o conteúdo

Procurar

Somos filhos e filhas de Deus, de um valor incomensurável

roxana2

14 de fevereiro de 2016

roxana

por Roxana Lopez, Vice-presidente, Afirmação Argentina

Sou grato a nosso Pai Celestial por colocar em meu caminho irmãos e irmãs como eu e por permitir que eu sentisse experiências agradáveis com minha família, amigos e conhecidos. Por muitos anos e com muita esperança, sonhei em poder compartilhar meu humilde testemunho sem fugir ou esconder quem eu sou. Eu moro na argentina. Eu nasci na província de Tucumán, mas cresci em Buenos Aires. Agora tenho 45 anos, sou lésbica e mórmon. Eu amo trabalhar com Afirmação: Mórmons LGBT, Famílias e Amigos. A tarefa não tem sido fácil, mas estou convencido de que não é apenas bom, mas também o que é certo e uma responsabilidade da qual não posso fugir.

Nos últimos 5 anos na Afirmação Argentina, conheci mórmons LGBT implorando para ser ajudados, ouvidos e incluídos. Queremos estar na Igreja porque, apesar de tudo o que sabemos, queremos cumprir os princípios do evangelho e seguir nosso Senhor Jesus Cristo. Sempre prestei meu testemunho de que o Senhor nos ama como somos. Não devemos cair no erro de nos entregarmos aos vícios, para que o mundo nos arrebate a paz e as bênçãos que recebemos ou que deixamos de alcançar. Lembre-se de que não sabemos por que somos assim, embora deva haver um bom propósito, embora nem o profeta nem nossos líderes também saibam. Cada um de nós tem um valor incomensurável. 

Conversar com meu bispo me ajudou muito a dar continuidade ao meu crescimento pessoal, porque ele acredita em mim, em meus valores e em minha responsabilidade. Seu convite para seguir o Senhor é sincero e sinto isso em meu coração. Não somos uma ameaça para ninguém. Estamos aqui porque acreditamos em Jesus e o seguimos, e também acreditamos que as famílias podem ficar juntas. Deixo essas coisas em nome de Jesus Cristo. Amém.

1 comentário

  1. Roberto Real em 03/04/2016 às 5:02 AM

    Testemunho maravilhoso !!! Eu sou um homem gay, e o que posso dizer é que é muito difícil
    seja curado. Espero amar o Evangelho todos os dias. Algumas pessoas me perguntaram por que sou solteiro então
    longe. Para alguns deles, nunca respondi que sou gay. Eu sinto que não preciso explicar
    que eu sou gay. Quando decidi namorar um homem, comecei a me sentir mal. Parei para orar. Eu não fiz
    sinto vontade de estudar o Livro de Mórmon. Então, voltei à igreja para me arrepender. Hoje eu estou
    feliz e forte. Eu sei que quero obedecer às Leis de Deus todos os dias.

Deixe um Comentário





Role para cima