Irmã / amiga

28 de junho de 2014

Por Kathy Carlston

Nas últimas semanas, vi muita dor entre meus amigos. Muitos que falaram comigo se sentem menosprezados, traídos, perdidos e sozinhos.

Uma das escrituras que tenho estado em minha mente é 1 Coríntios 4 - 7. Sinto-me particularmente atraído pela forma como se lê na Nova Versão Inspirada da Bíblia:

4 O amor é paciente, o amor é gentil. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha.
5 Não desonra os outros, não é egoísta, não se irrita facilmente, não mantém registro de erros.
6 O amor não se deleita com o mal, mas se alegra com a verdade.
7 Sempre protege, sempre confia, sempre espera, sempre persevera.

Enquanto crescia na igreja SUD, um dos conceitos que me ensinaram dezenas de vezes foi ler as escrituras como se fossem escritas especificamente para mim. Muitos professores sugeriram que literalmente pegássemos nosso nome e o incorporássemos em nossas leituras da maneira que acharmos apropriado.

4 Kathy, seja paciente, Kathy, seja gentil. Não inveje, não se vanglorie, não se orgulhe.
5 Não desonre os outros, busque o bem-estar dos outros, não se irrite facilmente, não mantenha nenhum registro de erros.
6 Ama, não te deleites com o mal, mas alegra-te com a verdade.
7 Sempre proteja, sempre confie, sempre espere, sempre persevere.

Com Seu apelo para 'amar uns aos outros', acredito que o Salvador nos dá permissão para sermos os campeões e guardiões uns dos outros. Ele está nos dando permissão para sermos amigos. Um bom amigo é aquele que é paciente, que é gentil, que sempre protege e sempre confia. Meus amigos sempre foram as bóias do meu oceano enquanto navegava em tempos de tempestade. Eles foram um raio de sol quente quando me senti cercado de dor e escuridão. Em D&C 84, Cristo começa a se referir a Joseph e os apóstolos como Seus amigos. Em minha opinião, ser chamado de amigo é o maior complemento que se pode receber.

Com o encargo de Cristo de amar nossos inimigos, acredito que Ele está nos mostrando algo especial. Posso visualizá-lo envolvendo o braço em volta do ombro daquele que considero meu 'inimigo' e dizendo “Kath, este é meu amigo. Por favor, ame-os. ” Ele está nos dando a oportunidade de depor nossas armas e ver que essa pessoa diante de nós também pode ser nosso amigo. Quem quer que sejam, podemos olhá-los nos olhos, ver que são alguém que se sentiu tão assustado ou magoado como nós, e mostrar-lhes amor, curar suas feridas, lamentar com eles por sua perda, confortá-los em seus dor e alegrar-se com eles em seu sucesso.

Sei que houve muita dor, traição e mágoa, principalmente nas últimas semanas. Afirmo que quem quer que tenhamos considerado nosso inimigo está sofrendo também. É fácil esquecer esse fato. Eu amo a palavra expiação. A habilidade que temos de lembrar de amar, arregaçar as mangas e fazer a ponte entre nós e nos tornarmos um mais uma vez é divina.

Eu sou sua irmã Eu sou seu amigo. Vamos fazer o que pudermos para confortar aqueles que precisam de conforto e caminharmos juntos.

Caro leitor: Obrigado por visitar a Afirmação hoje. Ao encerrarmos o ano de 2021, considere apoiar nosso trabalho para criar e manter comunidades de segurança, amor e esperança para LGBTQIA + atuais e ex-santos dos últimos dias e suas famílias e amigos por fazendo uma doação hoje. Sua doação agora ajudará a hospedar nossas conferências internacionais e regionais, apoiar atividades locais, sustentar nossas comunidades online, fornecer treinamento de prevenção de suicídio e garantir que a Afirmação seja capaz de promover efetivamente a compreensão, aceitação e autodeterminação de indivíduos de diversas orientações sexuais, identidades e expressões de gênero. Por favor doe agora.

Postado em:

Receba o boletim eletrônico da Afirmação com conteúdo como este em sua caixa de entrada!

Deixe um Comentário